Bradesco cria área voltada para alta renda – Luiz Carlos Trabuco Cappi comenta

Com a compra da filial brasileira do HSBC cresceu a demanda por serviços e investimentos por parte do público de alta renda no Bradesco. O que levou a criação de uma área de gestão de relacionamento voltada para esses correntistas em sua Diretoria Executiva.

Em nota, o presidente do banco Luiz Carlos Trabuco Cappi, destacou que a mudança visa reforçar o atendimento com alto potencial de crescimento no país. “Não se poderá contar a história do setor bancário brasileiro dos próximos dez anos sem dar foco e atenção especializada ao segmento de alta renda”, ressalta o banqueiro.

Trabuco também reforçou que a decisão está relacionada ao crescimento a estabilidade econômica que o país está passando.

Guilherme Leal será o responsável pela nova área. Anteriormente o executivo era Diretor Executivo do setor de Corporate, que tratava das grandes companhias. Em seu lugar assume Bruno Melo Boetger, que antes era Diretor do Departamento.

Leal, que tem 18 anos de casa, formou-se em economia e cursou pós-graduação em finanças corporativas pela PUC-RJ, além de uma especialização em Wharton School, um programa internacional voltado para executivos. Já Bruno Boetger está no Bradesco há 10 anos. Ele é formado em Administração pela FGV e mestre em Finanças pela Universidade Cornell

O banco também alterou os postos de outros gestores, como das áreas de Varejo e Produtos. João Carlos Gomes, anteriormente Diretor Executivo de Produtos será o responsável pela área de Varejo e Aurélio Guido Pagani, antes Diretor Executivo da área do Varejo, assumirá a área de Produtos.

De acordo com Luiz Carlos Trabuco Cappi, a mudança tem o objetivo de fortalecer as experiências, permitindo uma evolução na carreira dos executivos da organização. “Nossa meta é formar um grupo de lideranças que tenha capacidades múltiplas no negócio bancária”, conclui.

Quem é Luiz Carlos Trabuco Cappi

É o quarto presidente-executivo do Bradesco, cargo ocupado desde 2009 no lugar de Márcio Cypriano. O cenário era desafiador, uma vez que seu antecessor havia aumentado valor de mercado da instituição de US$ 5 bilhões para US$ 30 bilhões nos últimos dez anos de sua gestão.

Além disso, o banco tinha acabado de perder a primeira colocação no ranking das instituições bancárias privadas do Brasil. As primeiras ações de Luiz Carlos Trabuco Cappi foi estimular o crescimento orgânico, melhorando o desempenho interno da companhia. Foi ousado na pretensão de abrir 211 agências durante sua gestão.

Atualmente com 66 anos, Trabuco chegou ao banco em 1969 e galgou várias posições e níveis hierárquicos como marketing, previdência privada e seguros. Foi nesta última que a participação de mercado do banco passou de 23% para 25% do total de prêmios. Também fez com que a seguradora contribuísse de 26% para 35% na participação dos rendimentos da organização.

Luiz Carlos Trabuco Cappi nasceu em Marília, interior de São Paulo e formou-se em filosofia pela UNESP. Apresenta um estilo reservado e discreto, sempre acometido em suas palavras, evitando sinais de riqueza. Apesar disso passam pelo crivo do banqueiro alguns dos mais expressivos projetos financeiros do país.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *