Flavio Maluf reporta sobre o uso de drones por produtores rurais

Hoje em dia, praticamente todo mundo, dentre os que estão “antenado” nas tecnologias, já ouviu falar ou até já teve contato direto com drones, inclusive Flavio Maluf, atual presidente do Grupo Eucatex. E é ele que nos reporta como vêm popularizando-, há alguns anos já, esses drones, a tal ponto de, em maio deste ano, chegar a ser regulamentada essa tecnologia, por parte da Agência Nacional de Aviação Civil.

Segundo Flavio Maluf, para se ter uma ideia da expansividade dos drones, em todo o mundo, podemos citar, por exemplo, os dados da consultoria americana Gartner, segundo os quais, até o ano de 2020, o número de dispositivos que serão vendidos, anualmente e considerando todo o mundo, chegará à impressionante quantia de 3 milhões. Nessa faixa, supõe-se, a tecnologia em questão propiciará um faturamento anual beirando o montante de 11,2 bilhões de dólares.

Todavia, apesar desse crescimento em escala global, fato é que, desse total, ainda 89% de seu uso tem destinado-se ao meio militar. Dos 11% restantes, o uso dos drones divide-se entre várias áreas, como a de inspeção industrial ou a de monitoramento de eventos, fora a de fotografia ou a de transporte. Mas, além dessas todas, Flavio Maluf, que tem formação em engenharia mecânica pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), lembra do quão relevante vem sendo tal tecnologia para o agronegócio. Afinal de contas, o Grupo Eucatex vem, desde 1951, pensando tanto em conforto ambiental quanto em conforto acústico, através da adoção, como matéria-prima, da madeira de eucalipto, na produção seja de chapas seja de painéis.

E os drones, onde eles entram nisso? Bem, eles facilitam muito a vida dos produtores ruarais, como lembra Flavio Maluf, visto que podem contribuir com o controle de custos de toda a propriedade. Exemplificando isso, podemos falar do combate a pragas e ervas daninhas, costumeiramente tratado com defensivos, que então, com os drones, torna-se possível um monitoramento tamanho, a ponto de se conseguir identificar, com grande precisão, aquele que foi a área verdadeiramente atingida.

Flavio Maluf,falando com BotucatuOnline, por fim, ainda lembra uma colocação, sobre o uso dessa tecnologia no ambiente rural, feita por Fabrício Hertz, atual presidente da Horus, que é uma empresa envolvida com a produção de drones e também com mapeamento através desses: Segundo Hertz, a adoção de drones, por parte do produtor rural, no contexto que já especificamos, “representará uma economia de até 80% nos gastos com esse tipo de agroquímico”.

Benefícios da automação de marketing

Como é um canal de mão dupla, e as empresas mais bem-sucedidas são as que se envolvem diretamente em tempo real com os usuários, o gerenciamento bem-sucedido de mídias sociais exige muito tempo, recursos, energia e habilidades.

Estas são algumas das razões pelas quais uma empresa adotará a automação:

Economize tempo – várias campanhas podem ser agendadas com antecedência e liberadas de acordo com suas próprias configurações, portanto, as horas de trabalho podem ser utilizadas para outras atividades.

Eficiência – fornece uma alternativa automática simplificada para processos tradicionalmente manuais. O tempo e o trabalho podem ser reduzidos, portanto os custos também podem ser reduzidos.

Integração com CRM – pode ajudar a garantir que os leads não desapareçam do radar após alguns contatos malsucedidos.

Coleta de dados – o marketing automático oferece um ponto de contato para clientes ou clientes que não é necessariamente voltado para vendas. Ele pode ajudar a fornecer uma visão melhor e ser usado para coletar dados específicos para melhorar campanhas ou comunicações futuras.

Gerenciamento multicanal – embora tenha sido fácil o bastante para gerenciar um único canal de e-mail, agora, graças aos vários canais em que os consumidores podem ser encontrados, está ficando cada vez mais difícil acompanhar todos eles. A automação de marketing pode ajudar você a manter o controle de qualquer canal.

Consistência – Incorporar todos os seus esforços em um processo pode ajudar a manter um tom de voz unificado da marca.

Personalização – a automação ajuda a personalizar a experiência para o usuário, criando uma experiência única e mais convidativa que é totalmente relevante e provavelmente levará à conversão.

A automação é imprescindível para uma equipe moderna. Mas, mesmo que você tenha ouvido esse fato ou lido sobre ele, muitos profissionais ainda estão questionando a definição exata. O que exatamente é automação de marketing e por que você precisa disso? Às vezes, no Marketo, gostamos de fazer uma pausa e voltar ao básico.

O que é automação e por que você deveria estar interessado nisso? É bem simples. Os profissionais que usam software de automação de marketing tendem a superar os profissionais de marketing que não o fazem.

Sistemas econômicos

Economia , a maneira pela qual a humanidade organizou seu fornecimento material. Alguém poderia pensar que haveria uma grande variedade de tais sistemas, correspondendo aos muitos arranjos culturais que caracterizaram a sociedade humana. Surpreendentemente.

o empreendedor deve ser um líder que ande na conversa e compreenda o significado da execução. Além disso, liderança significa que os empreendedores não devem ter medo do fracasso e, ao contrário, devem transformar a adversidade em triunfo e transformar o fracasso em um trampolim para o sucesso.

De fato, os grandes empreendedores são aqueles que estão dispostos a confiar em seus instintos e intuição e se recuperam quando o empreendimento ainda está para frutificar ou até mesmo causar perdas. Em outras palavras, se você acha que tem uma ótima idéia e a está executando bem com a equipe certa, você precisa persistir e continuar, mesmo quando a sabedoria convencional diz que você está errando.

Empreendedores devem ser visionários auto-realizadores

Pergunte a qualquer empreendedor bem-sucedido e eles diriam que, embora o dinheiro seja de fato importante e os lucros sejam de fato essenciais, não é sempre o dinheiro ou que fazer lucros é a única coisa que importa. Em vez disso, o grande empreendedorismo tem tudo a ver com a voz interior, criar empregos e oportunidades para os outros, ter consciência da prosperidade da sociedade devido ao empreendimento, em vez de ter uma atitude de eu mesmo e, mais importante, transformar sua visão em sucesso.

Por exemplo, muitos de nós já ouvimos ou encontramos pessoas que desistiram de trabalhar confortavelmente para encontrar suas paixões e seguir e perseguir seus sonhos. Portanto, empreendedorismo de sucesso tem tudo a ver com fazer a diferença para o mundo e se tornar um messias social que transformaria as sociedades com seus empreendimentos.

Finalmente, o empreendedorismo deve ser visto como um ponto de partida para transformar a si mesmo e, no processo, tornar-se um agente de mudança . Para que isso aconteça, o empreendedor deve ser capaz de atender às expectativas ambientais, sociais e econômicas do sistema maior e, ao mesmo tempo, deve se orientar na busca de seus sonhos. De fato, o equilíbrio entre aspirações internas e expectativas externas é o mais importante determinante para o sucesso.

IBGE divulga prévia da inflação medida pelo IPCA-15 de 0,13% em agosto de 2018

Conforme o IPCA-15 – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 -, houve variações na inflação no mês de agosto de 2018 com base na prévia para o mês. De acordo o índice, a inflação encontrava-se em 0,13% até o final do mês de agosto deste ano, o menor resultado da prévia desde 2010, ano em que o indicador registrou a marca negativa de 0,05%. As notícias sobre a inflação são divulgadas pelo IBGE – Instituto Nacional de Geografia e Estatística – após a leitura do IPCA, índice de sua responsabilidade.

De acordo com o instituto, a divulgação sobre a prévia da inflação para o mês de agosto deste ano, aponta que o resultado foi inferior ao do mês de julho deste ano, ficando em 0,51 ponto percentual. Em julho deste ano, a variação para do IPCA 15 foi de 0,64%. No acumulado dos últimos 12 meses, o retrospecto também foi de queda para o índice, que encerrou o período em 4,30%. Em comparação com o mesmo período 2016/2017, o resultado foi de 4,53%.

De acordo com o IBGE, Transportes foi o grupo que apresentou a segunda maior variação em julho deste ano, demonstrando deflação de 0,87% no mês seguinte (agosto deste ano). Devido a queda deste importante item, outros itens, como Passagens aéreas, tiveram queda de 26,01% entre julho e agosto deste ano. Os outros itens que tiveram peso para a prévia do IPCA-15 foram os combustíveis. O etanol, o óleo diesel e a gasolina tiveram queda de 5,80%, 0,50% e 0,40%, respectivamente.

Mas outros itens tiveram uma variação positiva, como foi o caso do Ônibus interestadual, que teve um retrospecto positivo de 4,64% com base no reajuste realizado nas passagens de ônibus. O reajuste realizado no dia 2 de julho deste ano, deixou o preço das passagens 10,14% mais caras, puxando o IPCA-15 para cima. Já o grupo Alimentos teve uma retração de 0,03% em agosto deste ano. Um dos motivos é a Alimentação em domicílio, que teve uma variação negativa de 0,43%.

O preço de itens de suma importância para a economia, como o da cebola, do tomate e da batata-inglesa, encerraram o mês em queda de 29,72%, 16,41% e 15,49%, respectivamente. Já o leite longa vida e o arroz tiveram alta de 3,58% e 2,11%, respectivamente.