CVC aposta em compras de empresas do ramo

Na posição de  de destaque em serviços de turismo  da América do Sul, a CVC, pretende expandir ainda mais o seu alcance e conquistar ramos do turismo como o de luxo, para isso está investindo na aquisição da empresa argentina Bibam Group. Os planos também seguem para no mercado digital com a compra da Submarino Viagens.

No Conselho de Administração, profissionais experientes foram contratados em diversas áreas para aumentar o potencial da empresa trazendo mais resultados. Os investimentos na digitalização tiveram o seu início em 2015 com a compra por R$ 80 milhões da Submarino Viagens. O foco no momento é impulsionar as ferramentas digitais para estar à altura de concorrentes como o Hotel Urbano e o Decolar. As boas notícias mostram que o esforço está sendo recompensado, as reservas on-line tiveram um crescimento de 68,7% somente no ano passado, em comparação as lojas tiveram um crescimento de aproximadamente 10%.

A Esferatur também está em entre as aquisições da CVC Corp, a empresa adquirida atua no turismo corporativo vendendo bilhetes aéreos, a transação financeira da compra chegou a nada mais, nada menos que R$ 245 milhões, mas que parece uma boa aposta, presente em mais de 30 cidades no Brasil, a Esfera se destaca como uma das principais consolidadoras de bilhetes aéreos no País, faturando a bagatela de R$ 1,8 bilhão. Outras duas maiores empresas que também têm como foco a área de negócios, a Grupo Trend e a Rextur, foram compradas em 2017 pela CVC. O faturamento de todas as empresas juntas chegaram a R$ 13 bilhões somente no ano passado. O interesse no segmento corporativo faz parte para potencializar o negócio.

De acordo com a Abracorp, organização que analisa o setor corporativo, o nicho de viagens de negócios gerou R$ 10,2 bilhões em movimentação, o que demonstra o potencial que está fora do típico turismo de lazer, e que existe um espaço grande para ser explorado no mercado corporativo. Os planos da CVC continuam para que aquisições sejam feitas de empresas de ramos específicos, e assim ter um contato mais profundo com um setor que não possui domínio.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *